eCommerce

O Que é Picking em eCommerce?

Leonor Castanho

Leonor Castanho

Jul 19, 2022

Operadora de picking realiza a recolha de produtos num armazém de eCommerce.

Neste artigo

  • iconO que é Picking
  • iconTipos de Picking
  • iconQuais as Vantagens de Otimizar o Picking
  • iconComo Otimizar o Picking
  • iconPerguntas Frequentes Sobre Picking
  • iconConclusão
  • O picking é uma atividade inerente à preparação das encomendas em eCommerce.

    Devido à grande quantidade de tempo que exige, é um dos processos mais dispendiosos e complexos da gestão logística de um eCommerce.

    A otimização do processo deste é essencial para diminuir os tempos de preparação das encomendas e reduzir os custos logísticos associados a esta atividade.

    Descobre o que é picking e como utilizá-lo para tornar as operações de armazém tão eficiente quanto possível.

    O que é Picking

    O picking é utilizado na indústria do eCommerce para referir a atividade de recolha de artigos do inventário para o seu posterior envio. Embora pareça simples, é uma atividade que, se não for otimizada, pode ter um grande impacto nos custos operacionais de um eCommerce devido à grande quantidade de tempo que consome. 

    Além disso, este processo pode, e deve, variar amplamente de uma empresa para outra. Por exemplo, um armazém com muitas áreas vai exigir estratégias mais sofisticadas, como rotas de recolha precisas que permitam que os operadores de armazém realizem o seu trabalho de forma rápida e eficiente. Por outro lado, um eCommerce que comercialize produtos de grande dimensão irá necessitar de veículos específicos adequados ao transporte das mercadorias dentro do armazém.

    As fases que constituem o picking são as seguintes:

    1.    Planeamento

    Preparação da mercadoria para facilitar o picking, como a classificação das encomendas, o planeamento das rotas e dos recursos necessários, como trolleys e paletes, entre outros;

    2.    Recolha

    Momento em que os operadores de armazém se deslocam pelos corredores do armazém para fazer a seleção e a recolha dos artigos. É conveniente que sigam rotas de recolha previamente delineadas para otimizar o processo.

    3.    Verificação da Mercadoria

    Verificação da mercadoria para, de seguida, ser transferida para a área onde terá lugar a preparação das encomendas.

    O operador faz scan dos produtos como parte da sua estratégia de picking para ecommerce

    Tipos de Picking

    Como vimos anteriormente, para que sejam verdadeiramente eficazes, os processos de picking devem ser adaptados às características e necessidades específicas de cada negócio. Para muitas empresas, essa adaptação é um dos principais desafios. O primeiro passo para o fazer é conhecer os tipos de picking que existem e perceber qual o mais indicado para o teu eCommerce.

    • Picking Discreto: operador de armazém recolhe todos os itens que compõem uma dada encomenda. Quando esta encomenda se encontra completa, o operador passa para a próxima. Trata-se do tipo de picking mais utilizado devido à sua simplicidade. No entanto, é também o método menos eficiente, especialmente para armazéns de maior dimensão, pois obriga o operador a fazer um grande número de viagens, perdendo-se assim muito tempo.
    • Picking por Ondas: as recolhas são agendadas de acordo com as características dos produtos ou com a zona onde esses produtos se encontram armazenados. Por exemplo, se o armazém estiver dividido em três diferentes zonas, serão agendadas recolhas, em diferentes horários, para cada uma dessas zonas. Assim, o operador de armazém irá dirigir-se, em primeiro lugar, à zona 1, onde recolherá todos os produtos para todas as encomendas a enviar nesse dia. Depois, à zona 2 e à zona 3 respetivamente. É ideal para armazéns com um fluxo elevado de encomendas.
    • Picking por Zona: o armazém é dividido em diferentes áreas, de acordo com as características dos artigos armazenados em cada uma delas. Cada operador de armazém é responsável por uma área específica do armazém, e cabe-lhe a ele fazer a recolha de todos os SKUs localizados naquela zona para cada encomenda. Depois, todos s artigos recolhidos em cada zona serão colocados num mesmo local para serem divididos pelas respetivas encomenda.
    • Picking por Lote: consiste em recolher todos os produtos com o mesmo SKU em simultâneo. Este tipo de picking permite diminuir o número de viagens que o operador de armazém terá de fazer pelo que é ideal para lojas online que recebem um grande número de encomendas com o mesmo SKU.
    • Picking por Cluster: permite recolher artigos para várias encomendas em simultâneo, isto é, o operador desloca-se pelo armazém recolhendo artigos de diferentes encomendas ao mesmo tempo. Os artigos são colocados em diferentes recipientes, sendo que cada um deles representa uma encomenda distinta.

    É igualmente possível utilizar uma combinação de diferentes métodos de acordo com as características e necessidades específicas do eCommerce.

    Quais as Vantagens de Otimizar o Picking

    Reduz os Custos Operacionais

    Um processo de picking ineficiente pode ser responsável por mais de 60% dos custos logísticos. Além disso, é importante ter em consideração que o crescimento do negócio significa mais encomendas, e mais encomendas significam picking lists mais longas e, portanto, custos mais elevados. 

    Por isso, otimizar este processo para ser tão eficiente quanto possível deve ser uma das principais prioridades de um eCommerce que pretende minimizar os seus custos logísticos. Isto requer um investimento em infraestruturas, sistemas informáticos e planeamento. Mas embora esse investimento inicial possa ser elevado, dependendo das características específicas do eCommerce, o ROI dessa otimização é um dos mais altos a nível logístico. 

    É igualmente importante ter o cuidado de atualizar esta atividade de acordo com as necessidades do negócio. Por exemplo, se se trabalha com produtos sazonais é conveniente ter em conta os artigos que têm mais procura em cada estação e adaptar as rotas de recolha de acordo.

    Acelera a Preparação das Encomendas

    Como é natural, os clientes esperam receber as suas encomendas com a maior brevidade possível.

    Um processo de picking eficiente permite diminuir o número de viagens necessárias para a recolha dos produtos que compõem cada uma das encomendas e, sobretudo, assegurar que são recolhidos os produtos corretos. Isto traduz-se num processo de preparação das encomendas mais rápido, um dos principais fatores para garantir que os produtos chegam às mãos dos clientes rapidamente. 

    Um operador de armazém faz o picking dos artigos para uma encomenda

    Diminui os Erros

    Os erros humanos são inevitáveis e podem ter um impacto muito negativo no negócio. 

    Se, por exemplo, for enviado o artigo errado a um cliente, esse artigo terá de ser devolvido e substituído. E o resultado? Custos adicionais, tempo perdido e clientes insatisfeitos.  

    Mas com um processo de picking automatizado, e com a ajuda de tecnologia como leitores de códigos de barras e picking lists digitais é possível reduzir drasticamente estes erros.

    Como Otimizar o Picking

    Existem muitas fórmulas que podem ser utilizadas para otimizar as operações de picking, nomeadamente:

    1. Planificar as Rotas de Forma Estratégica

    A planificação das rotas e disposição do inventário de forma estatística é um fator determinante para a eficiência dos processos de picking. Definir a localização de cada produto e o caminho mais curto para a sua recolha são decisões importantes que não devem ser tomadas de ânimo leve. Existem inúmeros fatores que devem ser tidos em conta, como o fluxo de encomendas atual e as previsões futuras, o tamanho das suas instalações, a sazonalidade dos produtos comercializados, a natureza das mercadorias e a frequência de reabastecimento. No momento do desenho do layout do armazém é importante ter em consideração a otimização das rotas de picking.

    2. Implementar um Sistema de Gestão de Armazém inteligente

    Um SGA (Sistema de Gestão de Armazém Inteligente) é uma solução informática que funciona como uma base de dados cuja missão é centralizar toda a informação relacionada com o armazém de modo a simplificar os processos. 

    Por exemplo, munir os operadores de uma picking list em PDAs (Personal Digital Assistants) atualizada em tempo real, bem como a criação de rotas de recolha otimizadas, permite reduzir o tempo e a distância necessários em cada viagem. Além disso, facilita a comunicação interna entre  os trabalhadores para uma melhor sincronização dos processos e tarefas.

    3. Definir a Estratégia de Picking

    Existem vários tipos de picking e a escolha do mais adequado depende amplamente das necessidades e características específicas do negócio, Fazer a recolha de artigos individualmente num armazém de pequena dimensão não é o mesmo que gerir um grande armazém. Os grandes armazéns geralmente utilizam a mesma rota para fazer a recolha dos artigos para várias encomendas em simultâneo, pois de outra forma seria uma um desperdício de tempo e de recursos.

    4. Investir em Infraestruturas

    Estantes, transelevadores, veículos para o transporte de mercadoria de grande dimensão, dispositivos de radiofrequência... investir neste tipo de maquinaria fará a diferença entre um processo básico e um picking de excelência. Além disso, estas infraestruturas podem ser úteis para outras atividades, tais como o aprovisionamento ou a contagem de inventário.

    5. Utilizar Ferramentas Adequadas

    A Outvio é uma excelente solução para acelerar o processo de picking em eCommerce. Graças ao seu sistema de leitura de códigos de barras e geração automática da picking list, este software automatiza a identificação dos produtos e cria documentação instantaneamente para eliminar quaisquer erros por parte dos operadores durante a recolha. Além disso, oferece também inúmeras funcionalidades para otimizar as operações pós-checkout e levar a a experiência de compra do cliente para o próximo nível.

    Perguntas Frequentes Sobre Picking

    Qual a diferença entre picking & packing?

    O picking é o processo de recolha do produto enquanto que o packing consiste no embalamento do produto para o seu subsequente envio.

    O que é o voice picking?

    O voice picking é um sistema de recolha de produtos no armazém através de comandos de voz com o objetivo de orientar o operador de armazém o longo das diferentes rotas.

    o voice picking é um método que utiliza recursos digitais para fazer o picking no  armazém

    O que é picking por radiofrequência?

    O picking por radiofrequência é possível devido à instalação de terminais, na planta logística, aos quais os operadores de armazém podem fazer scan para obter toda a informação a respeito de um produto ou encomenda. Isto permite simplificar o fluxo de trabalho e reduzir eventuais confusões de produtos.

    Conclusão

    A otimização do picking, quer por meio da utilização da tecnologia disponível, quer através da adoção dos método de picking adequados às necessidades específicas do eCommerce, têm inúmeros benefícios, desde a diminuição do tempo de preparação das encomendas, à redução de erros humanos e dos custos operacionais.