Marketing

10 Exemplos de Marketing Viral Para te Inspirar

Leonor Castanho

Leonor Castanho

Mar 9, 2022

Exemplos reais de campanhas virais para lojas online

Neste artigo

  • iconA resposta que todos procuram: como se tornar viral?
  • icon1. A Purple provou que os seus colchões são os MELHORES
  • icon2. A Beardbrand e o poder do
  • icon3. A Dove mostrou às mulheres a sua beleza natural e a Cladwell apanhou boleia
  • icon4. A campanha publicitária ousada da Tommy Hilfiger
  • icon5. Llaollao inunda a Gran Vía com gelado de iogurte
  • icon6. Tú me das cremita 
  • icon7. Cruzcampo "ressuscita" uma estrela
  • icon8. A massa
  • icon9. O KFC e a luta de slogans
  • icon10. Fuet Espetec pela Casa Tarradellas
  • iconConclusão
  • Muitas lojas online sonham em criar conteúdo que se torne viral já que esta é, provavelmente, a forma mais rápida de aumentar massivamente a sua notoriedade da noite para o dia.

    No entanto, não existe uma fórmula mágica para o fazer. De facto, a maioria das histórias de sucesso de marketing viral baseiam-se em muitos anos de trabalho árduo ou, em casos mais raros, no lançamento do conteúdo certo no momento certo. Se pudesses perguntar a estas pessoas como tornar a tua loja viral, provavelmente dir-te-iam que não é algo que se pode planear.

    Tornar-se viral pode impulsionar a tua marca de uma forma imensurável e ajudar-te a conquistar um grande número de novos clientes. Poucas empresas conseguem este feito, mas o primeiro passo para uma marca globalmente reconhecida é uma estratégia de marketing sólida e a publicação do conteúdo certo nos canais certos.

    A resposta que todos procuram: como se tornar viral?

    O marketing viral tem muitos aspectos positivos, nomeadamente o aumento da notoriedade da marca e custos de publicidade relativamente baixos. Afinal de contas, uma marca torna-se viral quando as pessoas começam a partilhar os seus conteúdos, o que resulta num aumento massivo das vendas ou, no mínimo, da cobertura mediática.

    Mas é importante não basear uma marca apenas na probabilidade de a tornar viral. Como Andy Warhol sabiamente disse: "No futuro, todos serão mundialmente famosos durante 15 minutos". Ou seja, podes chamar a atenção até certo ponto, mas a tua loja não pode viver de 15 minutos de fama. Além do conteúdo viral, é importante ter um produto de qualidade, capaz de atrair clientes e de os transformar em fãs que difundam, ainda mais, a tua mensagem. Tornar-se viral, sem um bom produto, não surte efeito durante muito tempo. Uma campanha de marketing viral bem sucedida só te vai dar vantagem se o teu produto for realmente fantástico.

    Assumindo que tens um produto de excelência e que estás a investir nos métodos de marketing correctos, criar conteúdos virais pode ser o impulso que o teu negócio precisa. Por isso, queremos partilhar contigo alguns exemplos inspiradores

    Neste artigo, olhamos para alguns dos casos mais originais de marketing viral, examinamos as estratégias de marketing utilizadas por cada marca, refletimos sobre a criação de conteúdo viral e damos-te algumas dicas.

    1. A Purple provou que os seus colchões são os MELHORES

    A Purple escreveu concebeu uma série de vídeos que contam uma história, e que mostraram explicitamente a diferença entre os seus colchões e os colchões clássicos de espuma de memória. Esta é também a razão pela qual escolheram utilizar o vídeo na sua estratégia de marketing.

    O vídeo que se tornou viral tem quase 4 minutos de duração e inclui o teste do ovo cru realizado pelo perito em camas Goldilocks (sim, o personagem encantador do conto de fadas com os três ursos). Este vídeo alcançou cerca de 200 milhões de visualizações no YouTube (a Purple é popular por produzir conteúdo de vídeo espirituoso).

    Por trás dos colchões Purple estão dois irmãos, Tony e Terry Pearce que, em 2015, fundaram a sua própria empresa e começaram a desenvolver colchões. Os colchões foram uma sensação na indústria, graças ao seu material verdadeiramente inovador (macio e firme em simultâneo). No entanto, ter um grande produto não era suficiente. A Purple sabia disso e, por isso, utilizou o vídeo marketing como ferramenta para fazer com que os seus colchões ganhassem notoriedade

    Porque é que o vídeo do "teste do ovo cru" se tornou viral?

    O video tornou-se viral porque a Purple mostrou algo nunca antes visto, isto é, o seu conteúdo era altamente original e, por isso, atraiu a atenção do público de forma imediata.

    Para o teste, foram colocados 4 ovos crus na parte de baixo de um painel de vidro com 150 kg que se deixou cair sob o colchão. Os quatro ovos permaneceram inteiros e intactos. Os outros colchões, por outro lado, reprovaram no teste.  

    O teste com os ovos crus despertou muita curiosidade e as pessoas queriam ver com os seus próprios olhos se a experiência demonstrada no vídeo era realmente verdadeira, o que resultou em muito conteúdo gerado pelos utilizadores, inspirado no vídeo original.

    Não foi apenas a mensagem do vídeo, mas também a forma como foi transmitido ao público que o fez sobressair. A Purple usou o humor, a fantasia e o conhecimento baseado na tecnologia para envolver os telespectadores. Pessoas que podiam nem estar à procura de um colchão novo partilharam o conteúdo pela sua originalidade, o que desencadeou uma reação viral em cadeia.

    Dica: É fundamental conhecer o produto e realçar a sua originalidade. Mostra ao mundo porque é que o teu produto é diferente dos restantes no mercado e faz com que a tua marca ganhe vida na mente das pessoas.

    2. A Beardbrand e o poder do

    A Beardbrand é um exemplo perfeito de como se tornar viral através do marketing de conteúdo, e dos resultados que esta estratégia pode trazer quando bem implementada.

    A empresa foi fundada em 2012 por Eric Bandholz (CEO), Lindsey Reinders e Jeremy McGee. Eric Bandholz teve a ideia de unir todos os homens com barba (ou Urban Beardsmen, como lhes chamou Bandholz) através da sua loja online e plataforma Beardbrand.

    Ter barba tornou-se subitamente numa moda, e Bandholz aproveitou o momento para iniciar o seu próprio negócio, fornecendo todo o tipo de material e produtos relacionados com o estilo de vida dos Urban Beardsmen.

    A Beardbrand começou a criar conteúdo regularmente para o seu blog, Tumblr e canal de YouTube, com dicas úteis sobre os cuidados com a barba e, em simultâneo, recomendando produtos adequados e abordando outros tópicos interessantes para o público masculino.

    Porque é que o conteúdo da Beardbrand atraiu tanta atenção?

    A figura principal da marca, Eric Bandholz, tem uma natureza carismática e enquadra-se perfeitamente na posição de promover um estilo de vida elegante para homens com barba. Bandholz descobriu uma lacuna no mercado, e isso teve um impacto imediato nas vendas. Depois de ter sido apresentado em 2013 como "especialista em barba" num artigo do The New York Times, a Beardbrand começou a crescer rapidamente. Hoje em dia têm cerca de 1,85 milhões de subscritores no YouTube (2022).

    A marca tornou-se famosa porque Eric Bandholz conhecia muito bem o seu público alvo e as suas necessidades. Os seus produtos são especialmente populares devido ao conteúdo criativo que produziram. Os tópicos dos seus posts no blog são variados, passando por estilos de barba , à literatura, passatempos, e outros assuntos direcionados para o público masculino.

    HOMENS COM BARBA BEARDBRAND

    Dica:  Define o teu público alvo e conhece os seus pontos de dor. Educa-os através da criação de conteúdo original (oferece-lhes o conhecimento que procuram) e usa-o para fazer crescer o teu negócio. O conteúdo que envolve pessoas é uma ferramenta poderosa, porque mesmo que nem todos os seguidores se tornem em clientes de imediato, há uma boa hipótese de, passado algum tempo, isso acontecer.

    3. A Dove mostrou às mulheres a sua beleza natural e a Cladwell apanhou boleia

    A Dove é uma marca muito famosa desde os anos 50 e, por isso, dispensa apresentações.

    O seu vídeo "Real Beauty Sketches" (que faz parte de uma campanha "Real Beauty") de 2013 foi uma verdadeira sensação que despertou pura emoção. É um dos vídeos de marketing mais virais de todos os tempos, com milhões de visualizações (especialmente por parte do público feminino) e de partilhas em todo o mundo.

    A principal vantagem de uma marca bem estabelecida como a Dove é a existência dos recursos financeiros para contratar os profissionais certos e para alcançar os objetivos a que se propõem com maior facilidade. Por essa razão, "Real Beauty Sketches" difere de todos os outros exemplos mencionados neste artigo.

    A ideia em si é simples, mas a forma como é projectada é autêntica, memorável e invulgar. A mensagem é direta: as mulheres não se apercebem da sua verdadeira beleza e, muitas vezes, a imagem que têm de si próprias não corresponde à realidade. Para provar que estão erradas, a Dove apresentou uma brilhante experiência social.

    A experiência envolve o desenhador forense Gil Zamora e várias mulheres que descrevem os seus traços faciais para que o artista desenhe o seu retrato sem nunca as ver.. Posteriormente, Gil Zamora esboça outro retrato da mesma mulher que desenhou antes mas com base na descrição dada por outra pessoa. Como se pode imaginar, o segundo retrato está mais próximo da aparência física das pessoas retratadas. Além disso, é mais bonito. Portanto, o resultado é agradavelmente surpreendente e reconfortante para os participantes.

    O que faz com que este vídeo se destaque de outros conteúdos virais?

    Em primeiro lugar, é fácil para o telespectador identificar-se com o assunto em questão. A Dove deixa claro que a maior crítica de uma mulher é ela própria. O vídeo leva o público feminino a reflectir sobre uma questão profunda.

    Além disso, o vídeo assume um carácter educativo positivo que o torna altamente partilhável. As pessoas partilham, com mais frequentemente, conteúdo espirituoso e positivo do que material com um carácter meramente comercial. No vídeo, além do logotipo da Dove, não existe nenhum indicador comercial. E a verdade é que a publicidade funciona melhor subconscientemente.

    Á semelhança do vídeo "Raw Egg Test" da Purple, "Real Beauty Sketches" inspirou a audiência a gerar o seu próprio conteúdo. No YouTube, podem ser encontradas múltiplas paródias relacionadas com o vídeo original. O bom material viral tende a assumir vida própria e, tal como na biologia, muda e sofre mutações, criando novas estirpes virais.

    Cladwell

    A Cladwell, fundada em 2012, é uma aplicação e loja online que permite que os clientes armazenem, digitalmente, tudo o que têm nos seus roupeiros. Em 2013, logo após a Dove ter publicado os seus "Esboços de Beleza Real", lançaram a sua versão de paródia. A ideia principal é que, enquanto que as mulheres foram descritas como as piores críticas da sua aparência física, os homens são os maiores admiradores de si próprios. Assim, o vídeo termina com a frase "Pode não ser tão bonito como pensa que é". Aproveitar a popularidade do vídeo original e transformá-lo numa paródia engraçada foi uma jogada inteligente por parte Cladwell.

    Dica: Um anúncio não tem de ser sempre centrado no produto. Criar conteúdo com significado, que apele ao lado emocional e aborde questões relevantes para sociedade é sempre uma boa ideia. Provavelmente, o conteúdo mais viral da Internet é aquele que leva as pessoas a reflectir sobre a questão abordada e, por conseguinte, motiva-as a partilhá-lo.

    Além disso, pode ser igualmente interessante utilizar material viral espirituoso como inspiração e dar-lhe uma reviravolta, tal como fez a Cladwell. 

    4. A campanha publicitária ousada da Tommy Hilfiger

    Neste caso, não podemos realmente falar de marketing viral de um ponto de vista moderno. No entanto, é um grande exemplo de uma abordagem extraordinária na esfera do marketing, pela qual o designer recebeu reconhecimento imediato. É um exemplo de uma estratégia de marketing ousada.

    Em 1985, Tommy Hilfiger era um nome desconhecido (e um designer em dificuldades) na indústria da moda. O génio da publicidade Georg Louis convenceu Hilfiger a colocar o seu nome ao lado dos 3 designers masculinos americanos mais famosos da época no enorme cartaz que pairava sobre a Times Square em Nova Iorque. Comparar o seu nome ao de designers bem estabelecidos como Ralph Lauren, Perry Ellis e Calvin Klein, foi escandaloso mas valeu a pena a 100%.

    Porque é que a campanha foi tão bem sucedida?

    A campanha teve tanto sucesso porque foi ousada e divertida. Consistia num puzzle de palavras bastante simples com nomes de grandes estilistas de moda. Os nomes eram previsíveis até o espectador ver o nome T_ _ _ _ H _ _ _ _ _ _ _ . Isto deixou o público perplexo e despertou curiosidade, mesmo em pessoas que nem estivessem particularmente interessadas em moda. Despoletou o marketing word of mouth, pois as pessoas queriam saber quem ousava estar por trás destes guiões. Uma aula magistral em como se tornar viral.

    TOMMY HILFIGER CAMPANHA MARKETING

    Hilfiger mencionou, em inúmeras entrevistas subsequentes, que na altura se sentiu verdadeiramente envergonhado e passou bastantes noites sem dormir a pensar no fracasso da sua carreira. Queria anunciar a sua marca de uma forma segura, ou seja, com fotos de modelos algures nas dunas. Mas George Lois era completamente contra a ideia, afirmando que demoraria 20 anos a atingir o objectivo desta forma… e tinha razão!

    Hilfiger decidiu aceitar o desafio e trabalhou ainda mais para provar a si próprio, e a todos os outros, que merecia um lugar ao lado dos designers mencionados. "Se eu não tivesse ouvido o George Lois em 1985, provavelmente hoje seria pobre", disse mais tarde.

    A campanha publicitária foi extremamente original e inteligente, mas é importante salientar que todo o zumbido ao redor da marca teria desaparecido rapidamente se o próprio produto não tivesse sido um sucesso. No entanto, a campanha ajudou a colocar a marca no centro das atenções da indústria da moda.

    5. Llaollao inunda a Gran Vía com gelado de iogurte

    "Se lía en Gran vía" (ou, “Uma confusão na Gran Via”) foi a manchete com que a conhecida marca anunciou que as ruas de Madrid tinham sido inundadas por gelado de iogurte. Não literalmente, é claro, mas sim no seu vídeo promocional.

    Llaollao inunda a gran vía com gelado de iogurte

    Fonte: El Publicista

    Na ocasião da abertura da sua primeira loja emblemática na Gran Vía de Madrid, Llaollao quis reforçar a sua imagem como uma marca fresca, jovem, moderna e ousada.

    O grande número de pontos de venda na região de Madrid, com quase 50 estabelecimentos, torna a metáfora de inundar Madrid com gelado de iogurte engenhosa, divertida e, de certa forma, verdadeira.

    5.000 embalagens de gelado de iogurte por 1 euro são o culminar desta campanha de marketing que se tornou viral numa questão de horas.

    6. Tú me das cremita 

    Um dos anúncios de Verão mais icónicos da história de Espanha. 

    Estávamos em 2003 e “viral” era um termo raramente utilizado. E, no entanto, esta campanha ONCE conseguiu ser tão viral que poucos se lembram que, em tempos, foi apenas um anúncio e não uma canção que se tornou parte do folclore popular.

    A ideia da campanha era simples: para ficar rico, ou se cria a canção do Verão ou se compra um cupão ONCE.

    Todos cantaram "yo te doy te doy cremita, tú me das cremita". Eram três os spots publicitários que alcançaram diferentes níveis de sucesso e viralidade, sendo o mais popular o que dá título a esta seção.

    Esta campanha excedeu, em mais de 1000%, as previsões de vendas e tornou-se parte da cultura popular. 

    7. Cruzcampo "ressuscita" uma estrela

    A Cruzcampo lançou a campanha "Con mucho acento" em 2021, trazendo a imagem de Lola Flores de volta aos ecrãs espanhóis graças à inteligência artificial e à ajuda das suas filhas Lolita e Rosario Flores.

    Um desafio técnico que exigiu horas de material audiovisual, mais de 5.000 imagens, e um longo processo de edição para alcançar a imagem e o som mais realistas possíveis: desde a voz , aos gestos e expressões.

    Cruzcampo con mucho acento

    A campanha ganhou três dos “Premios Eficacia en Comunicación Comercial 2021”, os prémios mais importantes para profissionais da área da publicidade em Espanha. Ganhou também dois "EFI de Oro" e marcou, sem sombra de dúvidas, um "antes" e um "depois" no que diz respeito produção de anúncios em Espanha.

    O regresso à vida de "La Faraona" traz uma mensagem às novas gerações sobre o orgulho do sotaque, a defesa das raízes e da diversidade e será, sem dúvida, lembrado por muito tempo.

    8. A massa

    Após décadas de publicidade nos meios tradicionais, a Barilla surpreendeu os seus clientes e amantes de massa com listas de reprodução Spotify com o tempo exacto para cozinhar uma massa al dente. Esta campanha tinha o intuito de resolver um dos problemas mais frequentes relacionados com o produto, de uma forma divertida.

    As 8 listas de reprodução incluem músicas para ajudar o público a cozinhar os seus pratos de massa preferido na perfeição. E quem não gosta de ouvir música enquanto prepara para uma deliciosa refeição?

    barilla listas de reprodução spotify

    Mixtape Spaghetti, Boom Bap Fusilli, Moody Day Linguine, Pleasant Melancholy Penne, Best Song Penne, Top Hits Spaghetti, Timeless Emotion Fusilli y Simply Classics Linguine são os nomes das listas de reprodução que compõe a banda sonora dos clientes Barilla (e outras marcas) a partir de 2021, sempre que se preparam para cozinhar um prato de massa.

    Esta campanha tornou a marca mais acessível e jovem e transformou as novas gerações em fãs Barilla.

    9. O KFC e a luta de slogans

    Durante mais de 64 anos, o slogan do KFC foi “it's finger licking good". No entanto, com a pandemia, o seu significado não parecia alinhar-se muito bem com a situação que o mundo estava a atravessar.

    A verdade é que, nos dias que correm, todos nós temos muito mais cuidado com aquilo em que as nossas mãos possam tocar.

    Em vez de procurarem um novo slogan, decidiram afastar-se do “it's finger licking good" durante 48 horas e adoptar uma abordagem mais divertida e arriscada, exactamente aquilo que o público precisava na altura. 

    Campanha de slogans KFC

    A estratégia passou por adoptar os slogans de outras marcas bem conhecidas, durante um curto período de tempo - se para aumentar a taxa de viralidade ou evitar questões de propriedade intelectual, não sabemos. Sob a hashtag #UntilWeCanFingerLickAgain, KFC usou os slogans de outras empresas como “I'm love it” da McDonald's ou “Dá-te asas” da Redbull, e conseguiu tornar-se viral nas redes sociais em muito pouco tempo.

    10. Fuet Espetec pela Casa Tarradellas

    A Casa Tarradellas é conhecida pelas suas campanhas de marketing com uma elevada taxa de viralidade. É uma empresa que sabe, claramente, como conquistar o coração e a lealdade do público.

    Neste spot publicitário, que apela tanto a miúdos como a graúdos, são destacadas as características do produto com uma pitada de humor.

    Fuet Espetec Casa Tarradellas

    Conclusão

    Sabemos o quanto é difícil (mas não necessariamente impossível) tornar-se viral nos dias de hoje. No século XXI, as pessoas são bombardeadas com uma avalanche diária de informação, de tal forma que se torna impossível acompanhar todas as notícias e mensagens nas redes sociais, mesmo que algumas delas mereçam a nossa atenção. Por isso, se conseguires atrair o interesse do público com o teu conteúdo e destacar-te no meio ensurdecedor ruído do marketing, saberás que criaste algo verdadeiramente extraordinário, que é o primeiro passo para tornares a tua marca viral. 

    Esperemos que estes 10 exemplos te encorajem a dar asas à tua criatividade e a pensar em grande. Podes dar destaque ao(s) teu(s) produto(s), focar-te nas necessidades do público-alvo, apelar à emoções ou ao humor, ou correr riscos e surpreender o mundo, tal como os protagonistas deste artigo fizeram.

    Ou então, podes optar por uma estratégia completamente diferente.

    Na realidade, não há um segredo ou uma fórmula mágica quando se trata de criar conteúdo viral. Ninguém consegue prever os números da lotaria. No entanto, quando ganhares o primeiro prémio, deves estar pronto para o que vem a seguir! Afinal de contas, com diz o velho ditado (que provavelmente conhecido graças à banda desenhada ou aos filmes do Homem-Aranha) com grande poder vem, grande responsabilidade!